Quilta & Borda

Ateliê Retalhos etc e tal

Minha amiga Jaci está com um projeto maravilhoso e de dar inveja a todas as bordadeiras e quilteiras da cidade: vai inaugurar o ateliê dela em Ibiúna, no interior de São Paulo (longe o suficiente para desfrutar da vida rural e perto o bastante para passar o fim-de-semana), com uma oficina de bordados que contará com nossa outra amiga Sávia Dumont.

A Jaci é psicanalista, clinica na Pompéia e tem uma abordagem muito interessante que utiliza o patchwork e o bordado como mediações em processos psicoterapêuticos. Perguntei a ela o que será o espaço e reproduzo sua resposta:

No Ateliê pretendo realizar oficinas de bordado, patchwork, pintura country, cerâmica e outras “artes” interessantes que descobrir ao longo do tempo. A idéia é possibilitar aos participantes uma experiência criativa em um ambiente acolhedor, junto à natureza e, com isto, favorecer o encontro consigo mesmo tão escasso nos dias atuais. Este espaço é fundamental para a promoção e manutenção da saúde e equilíbrio humano. O fazer coletivo de atividades arcaicas e a partilha de experiências contribuem tanto para a recuperação de memórias sumamente importantes para o imaginário coletivo do grupo como para a integração histórica pessoal de cada indivíduo. Nesta era onde o descartável prepondera,  esse tipo de vivências contribuem  para a emergência de sentimentos de “enraizamento” em comunidades nas quais a linguagem é comum e as pessoas, confiáveis. 

Anote o site dela: http://www.retalhosetcetal.com/

Eu, que não bordo faz tempo, estarei lá.

05/06/2009 Posted by | Amigas, Bordado/Embroidery, Eventos, Patchwork | 10 Comentários

Pegando no tranco

Eu já tive muitas noites de insônia e esta é a primeira vez que resolvi levantar da cama e ir fazer alguma coisa desistindo de tentar dormir de novo. Tirei essa foto da minha janela para inaugurar o novo ano que já vai adiantado…

Como é difícil retornar depois de uma longa ausência! Tinha me programado para voltar em Novembro, depois das eleições, quando estivesse a rotina de trabalho voltasse. A eleição passou, o trabalho não se acalmou. Novos desafios profissionais e pessoias apareceram. Mudanças aceitas, adaptação em andamento. Vieram as festas, e o ano acabou.

Que ano!!! Que segundo semestre!!!

Que 2009 seja mais leve!

Agradeço a todos que me escreveram preocupados, pacientes, aguardando notícias minhas, sem respostas das mensagens que enviaram, mas que responderei conforme for voltando aos trabalhos. Muito obrigada.

Já faz algumas semanas que venho pensando em voltar a escrever. Mas escrever o que? Contar o que andou acontecendo, que minha vida mudou, que surgiram novos interesses que ocupam uma boa parte do meu tempo? Pedir desculpas e começar a responder as perguntas acumuladas na minha caixa postal no próprio blog?

Estive costurando muito pouco nesse tempo todo. O quarto de costura ficou abandonado. Me doía a alma aquele espaço fechado e bagunçado. Esbocei uma arrumação, comprei caixas, separei toda a bagunça nelas e fiquei mais preocupada ainda porque não sei como vou acomodar tudo que precisa ser arrumado. Cheguei a pensar se voltaria para o Patchwork.

Mas hoje me deu um estalo, aquele momento em que não sabemos como nem por que, mas que nos tiram da inercia. Deve ter sido alguma coisa que comi…

Esse trabalho é um painel para um presente de aniversário de outubro – passado!

Fui procurar os moldes para terminar o que está faltando nesse trabalho. Nossa, que coisa! Eu não tinha a mínima idéia de onde eles estariam naquele buraco negro do quarto de costura. Estou ficando velha e caduca, pensei. E que alívio quando comecei a lembrar de como organizei as coisas. Até que sou organizada, apesar de bagunceira.

Depois de achados os moldes fui procurar os tecidos que sobraram para poder começar a pensar nas bordas. É claro que não achei todos os tecidos e não me lembro se sobraram muitos ou se só são esses que achei nesta minha caixa de sobrar. E se é só essa a minha caixa de sobras. Será que tenho outra e não estou lembrando? Gente, que situação!

Mas, uma coisa de cada vez, como diria o Jack (estripador).
Como vou fazer essa borda? A minha idéia inicial era pegar os retalhos e com eles fazer uma borda de quadrados e uma outra lisa com o fundo. Mas não tenho tecidos suficientes e fiquei perdida. Resolvi escrever para pedir ajuda.
Alguma sugestão?

09/01/2009 Posted by | Patchwork | 19 Comentários

Triângulos

Fiquei muito tempo tentando mudar o blog, esse é o motivo da minha ausência pela net. Ainda não está exatamente como eu queria, mas finalmente está chegando perto. Comentei antes aqui e o assunto não me saía da cabeça. Ansiada do jeito que sou, só consegui escrever depois de solucionar o problema.
Sem contar a pane do blogger! Parece que todos os usuários do Speedy ficaram sem conseguir acessar qualquer coisa com blogspot.com no final. Hoje vi que o Blogger mudou algumas coisas na plataforma, deve ser por isso.
Águas passadas, em frente que atrás vem gente!

Bloco450
Fiquei apaixonada por este trabalho e também não susseguei até fazer um bloco. Já estou no terceiro. O trabalho da Patchwork Tsushin nº137 tem 24 blocos, vamos ver quantos eu vou conseguir fazer…
Cada bloco tem 64 triângulos com 5,5cm de base e a medida final é 22x22cm.
Uma delícia, como estou viajando muito, costuro até no carro.

13/08/2007 Posted by | Internet, Patchwork | 19 Comentários

Patchwork e bordado

Devagar e sempre, hei de terminar. Já falei dele aqui e aqui, quando fiz meu primeiro bloco. Agora está quase pronto. Ainda falta escolher as bordas e quiltar. Quando comecei não pensei que daria tanto trabalho. Tive que aprender, além de bordar, tingir fitas e tecidos porque não encontrei nem fitas verdes nem algodão trabalhado creme.
E quando fui passar hoje de manhã, queimei um pedaço da fita e vou ter que trocar um bloco que ficou com verde grudado porque esqueci que a fita de poliamida derrete na temperatura de passar algodão.
É chato ficar com um projeto por tanto tempo, mas já desisti de me disciplinar. Eu fico o tempo todo querendo aprender coisas novas e começo um projeto atrás do outro. Devo ter mais de trinta começados. Sei que vou terminar alguns, os que eu projetei, outros vão ficar de memória de técnicas que aprendi e que nunca vão virar nada.
Tudo bem.

12/06/2007 Posted by | Bordado/Embroidery, Patchwork | 14 Comentários

Fundation Piecing




Esses são uns bloquinhos que fiz quando aprendi a técnica de fundation com o livro “A Quilter’s Ark” . Só não sei o que fazer com eles.

09/03/2007 Posted by | Patchwork | 13 Comentários

Estrelas de oito pontas – patchwork à mão

Finalmente consegui escolher o fundo do meu sampler de estrelas de oito pontas. Ficou meio circense mais adorei. Tudo à mão. faltam ainda uns quatro blocos…

03/02/2007 Posted by | Patchwork | 6 Comentários

Curvas Dear Jane F5

Este bloco não foi fácil. Eu decidi não aplicar os melons e sim costurá-los em piecing. Além da dificuldade, trabalhei sem uma iluminação direta como estou acostumada porque fui fazer compania para o marido trabalhando num domingo no escritório. Fiquei com os olhos muito cansados.O bom de costurar à mão é que podemos fazê-lo em qualquer lugar, mas temos que prestar atenção com a iluminação. Vou procurar uma luminária portátil que caiba na minha bolsa de patch.

25/01/2007 Posted by | Dear Jane, Patchwork | 10 Comentários

Outro DearJane

Este é o F-8. Também costurei tudo à mão, são 37 peças, um quebra-cabeça.

05/01/2007 Posted by | Dear Jane, Patchwork | 3 Comentários

Dear Jane

Mais um bloquinho do DJ, o G-7. Costurado à mão. Hand piecing.
Para fazer a curva direitinho, faça marcações em vários pontos da curva.

02/01/2007 Posted by | Dear Jane, Patchwork | 1 Comentário

Porta-celular de hexágonos

Ganhei um celular novo e estava aflita em fazer uma outra capa para não deixar o visor riscar. Os hexágonos tem 1cm de lado e fiz um molde muito legal para riscar o tecido usando lixa de parede colada com adesivo dupla face no molde por baixo e com plástico Contact por cima para ficar mais resistente e não escorregar.

19/12/2006 Posted by | Patchwork, Trabalhos terminados | 9 Comentários