Quilta & Borda

Arte, sociedade e tecnologia

Tenho gasto bastante tempo com meu hobby: bordando, comprando livros, arrumando meu quarto de costura, lendo blogs, pesquisando na internet. Tenho pensado sobre qual estilo vou seguir e o que vou produzir. Sempre achei que não tinha nada para criar nem nada para escrever, tudo já foi feito, escrito e documentado. Achava que sempre falamos sobre as mesmas coisas, já que o ser humano não evolui socialmente tanto quanto tecnologicamente. A minha intenção quando comecei este blog foi aprender a usar essa ferramenta e me estimular a terminar meus ufos que tinha fotografado um pouco antes. Não pensei que pessoas leriam.
Essa visão está mudando depois de dois posts que li nos últimos dias:Why blog? da Sharon B, fazendo comentários que me puseram a pensar e o post Pour tous les enfants …. Utopie ? de Nathalie Locquen que me tocou profundamente e me levou a escrever agora.
Normalmente sou cética em relação a movimentos pela paz e para salvar o planeta porque não acredito que façam realmente diferença na história da humanidade. Não é que discorde, mas não creio que sejam eficientes. Imagens de guerra estão banalizadas infelizmente, e, um bordado num tecido impresso me deixou perplexa. Uma obra de arte fresquinha, maravilhosa, na linguagem que é minha também, que eu nem imaginava que poderia ser uma forma de expressão tão contundente, num meio de comunicação que eu achava fútil.
Por isso eu escrevi, para compartilhar com vocês uma novidade que eu acabei de descobrir.

13/08/2006 - Posted by | Internet

7 Comentários »

  1. IMPRESSIONANTE! O que fazemos é sem dúvida um tipo de manifestação artística. A arte está a serviço do homem, a serviço de seus sentidos, de seus olhos…Os olhos são portas para esperiências e sensações únicas.A indignação entra em nós certamente por esse trabalho tão delicado e vigoroso ao mesmo tempo. Talvez essas palavras definam a real cindição do homem.( que pretenção).Parabéns pela postagem…Espero tua visita.Beijos e uma semana cheia de paz pra você e para os seus.Fá.

    Comentário por Fá Giandoso | 14/08/2006 | Responder

  2. Oi Cecília… eu imagino um blog como sendo uma janelinha para nossa alma, que está ali sempre para quem quiser ler, boas coisas, coisas não tão legais, contatos.. neste mundo tão globalizado, os blogs nos unem e nos deixam mais pertinho… eu nem imaginaria conhecer tanta gente que goste das mesmas coisas que eu há uns 10 anos atrás sem os blogs… beijos para ti.

    Comentário por Andrea | 14/08/2006 | Responder

  3. Impressionante! É uma manifetação artística, como disse sua colega Fá Giandoso. É chocante, e ao mesmo tempo … incrível. Belíssimo… triste, chocante, belo, esquisito, uma visão artística …sei lá. Tô impressionada!

    Comentário por Geisa do Carmo | 16/08/2006 | Responder

  4. Cecília, eu também pensei muito antes de iniciar esse blog, pelas mesmas razões que você: não tenho o que escrever e quem leria? Me vejo sempre surpreendida pelos comentários que recebo e, como o texto Why Blog diz, acabei fazendo parte de um tipo de “comunidade” de pessoas que tem os mesmos interesses que eu no que diz respeito à costura. Acho que os blogs, além de serem um incentivo para que possamos terminar projetos em andamento – pois é muito bom compartilhá-los com os outros, também podem ser ferramentas de reflexão. Pensar sobre o que acontece ao nosso redor é fundamental, independe dessa reflexão encontrar eco ou não. Acho que nos ajuda a constituir quem somos, a qual sociedade pertencemos e como escolhemos “estar nela”. Não vejo os painéis do site francês que você indicou como uma manifestação pela paz somente. Parece mais um grito de desespero e poder compartilhar dessa reflexão gera em mim outras. E acho que é este o X da questão. Obrigada por compartilhar sua descoberta.Um beijo!!

    Comentário por Patricia | 17/08/2006 | Responder

  5. Meninas, obrigada pelos comentários. São eles que me estimularam a dar mais atenção e me dedicar mais a este ato de “blogar”. Nem nos conhecemos pessoalmente mas as considero minhas amigas. Poder, praticamente, conversar sobre o que estou fazendo e ficar curiosa sobre o que minhas amigas fizeram me traz muita satisfação.

    Comentário por Cecilia | 17/08/2006 | Responder

  6. Cécilia, je voulais juste montrer ce que je ressentais, ces images de guerre, je les voulais choquantes, car elles deviennent trop banales chaque jour dans les journeaux, je voulais simplement faire prendre conscience pour nos enfants des horreurs de la guerre. Sans politique, sans engagement, juste montrer. Merci d’en avoir parlé.AmicalementNathalie

    Comentário por Nathalie L. pour Histoires de boites à couture | 27/09/2006 | Responder

  7. Olá,CecíliaAcessando a internet,procurando alguma coisa que explicasse sobre lido quilt,encontrei seu blog,parabéns.Sou artista plastica e estou desenvolvendo um projeto para Calendario/2007 (calendarios individuais com 20 artistas parceiros)- tinha pensado no sistema ‘Reprotela’- (uma estampa da obra do artista reproduzida em tecido e colado no calendario)mas o orçamento ficou inviavel,pelo que entendi,vc faz essa estampa,nesse sistema que vc falou(com amaciante e cola o tecido no papel e vai para impressora é isso?meu tel.11-38132018 – bairro Pinheiros -SP – E-mail veramartins@galeriaartwork.com.br

    Comentário por Vera Martins | 31/10/2006 | Responder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: